Agibank investe 120% a mais em segurança de dados nos últimos dois anos

AgiBank

Investir em segurança de dados não é mais uma vantagem que as instituições financeiras oferecem, mas uma obrigação. Com as operações bancárias sendo realizadas com o toque de um dedo no celular, as organizações buscam aprimorar suas ferramentas para evitar danos aos clientes e à própria reputação. Nesse sentido, o Agibank, banco digital omnichannel que tem o propósito de melhorar o dia a dia das pessoas e facilitar sua vida financeira, investiu 120% a mais em segurança da informação no período de 2017 a 2019, com o objetivo de ampliar os controles e melhorar a experiência dos clientes.


Saiba mais

Sicoob concede isenção de tarifas no cheque especial

10 motivos para começar 2020 investindo em Fundos Imobiliários


“Prezar pela segurança dos dados é uma das premissas do Agibank, pois sabemos que isso impacta diretamente na relação de confiança que os clientes estabelecem com a gente. Saber que você pode realizar uma transação via aplicativo, comprar com cartão de crédito sem receio, sem correr riscos, são consequência de todo o esforço e investimentos que empreendemos, todos os dias”, conta Marcos Donner, gerente de segurança da informação do Agibank.

De acordo a Federação Brasileira dos Bancos, FEBRABAN, dos R$ 19,6 bilhões investidos em tecnologia no ano passado, 10% são destinados para Segurança da Informação. Mesmo com as demandas regulatórias existentes, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e a resolução 4.658 do Banco Central, que estabelece a obrigação de uma política de segurança cibernética, os gastos na área tecnológica seguem consistentes, com um crescimento de 3%.

Uma das soluções que evidenciam o nível de segurança da informação empregado no Agibank está o mecanismo de autorização de transações financeiras. O sistema permite identificar o cliente de forma única e assinar digitalmente as operações bancárias envolvidas no processo, sendo o padrão Blockchain utilizado para troca de chaves criptográficas entre o Agibank e seus clientes. A autorização de transações com QR Code também é um mecanismo utilizado com bastante efetividade e experiência positiva para o cliente.

Além dos próprios controles em relação a segurança dos dados, o banco digital também investe em educação e orientação para ajudar o cliente a ampliar a própria consciência sobre o tema. “Apesar dos investimentos das instituições, os índices de fraudes eletrônicas ainda são expressivos, com os golpes direcionados aos próprios usuários dos canais eletrônicos. Logo, é nosso papel reforçar a cultura da segurança e da proteção de dados privados, por meio de campanhas de comunicação, de consultoria aos nossos colaboradores no processo de atendimento ao cliente, entre outras frentes”, reforça Donner.



Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.