Artigos de decoração – um bom negócio

artigos de decoração

Com quase metade do varejo de decoração do país, região Sudeste emprega milhares de pessoas e movimenta bilhões por ano

De acordo com dados do Empresômetro, empresa especialista de inteligência de  mercado, atualmente há no país mais de 262 mil varejistas voltados ao comércio de móveis, iluminação, colchoaria, suvenir, objetos de arte e artigos de decoração, além de flores; e o setor é responsável por movimentar quase 100 bilhões de reais anualmente.

Blindado contra crises, segmento de franquias em saúde e beleza cresce mais de 35% desde 2015

Com capacidade de empregar milhares de pessoas, do grupo de dados analisados, somente o varejo de flores é responsável por mais de 100 mil empregos no país todo.

“Com nosso levantamento de dados conseguimos identificar que as pequenas empresas, aquelas que têm um faturamento bruto entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões, são a grande massa de negócios no setor, com comércios pequenos que aos poucos adotam novas tecnologias para impulsionar seus negócios”, diz o empresário e CEO do Empresômetro, Otávio Amaral.

Na vitrine

Ao tratar de tecnologia, fala-se em meios de pagamento, pontos virtuais de venda e vitrines virtuais que, segundo Amaral “são ferramentas necessárias para quem quiser se manter no mercado”.

Com a maior parte dos negócios nas capitais, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba são as cidades que mais concentram esses varejistas do setor de artigos de decoração.

É um mercado que sofre com variações na economia e em outros setores. “É uma balança ajustada a princípio pelo mercado imobiliário, depois temos outros fatores, como redução do poder de compra do consumidor, aumento do preço dos insumos, balança comercial negativa, entre outros”, afirma o CEO.

Mesmo havendo polos produtores por todo o país, a maior parte dos varejistas do setor avaliado pelo Empresômetro está na região Sudeste, 46% do todo, com as capitais São Paulo e Rio de Janeiro com o maior número de empreendimentos.

No Nordeste brasileiro se destacam Salvador e Fortaleza, essa última com grande número de negócios no setor moveleiro, são 1487 empresas que comercializam móveis.

Já no Sul do país, Curitiba é a cidade com mais empresas do grupo de dados analisados pelo Empresômetro; soma 4.861 negócios, com quase 2 mil no setor varejista de móveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.