Banco Central adotará sistema de protocolo digital para recebimento e envio de documentos

Banco Central

​O Protocolo Digital ultrapassou, em julho, o volume de documentos recebidos mensalmente em todos os protocolos físicos do BC no ano passado, atingindo cerca de 5.800 unidades. Isso representa um aumento de 10 vezes em sua utilização, decorridos cinco meses do início da pandemia de Covid-19 e da decisão de fechamento dos protocolos físicos do BC.

Saiba mais

99 lança campanha educativa para motoristas sobre vantagens do MEI

Inter Seguros cresce 10 vezes em um ano e renova contrato com a Liberty

Trabalhador com CPF já pode solicitar a carteira de trabalho digital

Inflação cai 0,11% em agosto e fecha 12 meses com 3,43%

Banco Central aprova normas do Pix e marca lançamento para 16 de novembro

As medidas de isolamento social tornaram o Protocolo Digital o principal meio de envio de documentos para o BC por cidadãos e instituições, públicas ou privadas. Considerando o sucesso no uso da ferramenta e visando a otimização dos fluxos de trabalho do banco, os protocolos físicos permanecerão fechados em definitivo após a reabertura dos prédios do BC, ainda sem data prevista. O BC receberá tão somente alguns tipos específicos de documentos físicos que por força legal ainda não podem ser enviados pelo meio digital.

Desde 2019, diversas instituições públicas já não possuem protocolos físicos, como o Ministério da Economia, o Ministério Público Federal e a Agência Nacional de Energia Elétrica.

Tramitação direta de processos e documentos digitais para outras instituições públicas

Os diversos sistemas de processos eletrônicos utilizados pelas instituições públicas (e-BC, SEI, SUAP, eDOC entre outros) podem tramitar processos ou documentos avulsos entre si, por meio de uma plataforma centralizada desenvolvida pelo Ministério da Economia, chamada Barramento de Serviços.

Quando implantado pela maioria dos órgãos públicos, a tramitação de ofícios e de processos diretamente entre eles trará uma economia de tempo significativa.

Neste momento, o e-BC já está integrado, por meio do Barramento de Serviços, com o Ministério da Economia, o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional e a Câmara dos Deputados.

Saiba mais sobre o envio ou o recebimento de documentos digitais pelo Banco Central em https://www.bcb.gov.br/acessoinformacao/protocolodigital.