Caixa anuncia planejamento de cartões e seguros

O presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, durante entrevista coletiva para anunciar os calendários de pagamentos do FGTS e das cotas do PIS
(Foto: Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal anunciou que pretende vender a participação que tem no Banco Panamericano e abrir o capital para algumas subsidiárias. Estas informações foram veiculadas pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, durante a divulgação do balanço da instituição, anunciado nessa terça-feira (3).


Saiba mais

Caixa reduz em até 40% juros do cheque especial

Governo libera Saque Certo para retiradas do PIS/Pasep e FGTS

Segundo Guimarães, as ofertas de ações da seguradora devem ser o primeiro passo desta nova empreitada. O presidente explicou que como o banco faz parte de uma holding, a Caixa Participações, o processo é mais complexo.

Em relação ao Banco Panamericano, adquirido em 2009, a ideia é de que a instituição seja vendidas, pois não se encaixa nas estratégias do banco.


“Não existe nenhuma pressa para vender a participação no Panamericano. Só que a participação no Panamericano não é estratégica. Já conversei com o ministro [da Economia] Paulo Guedes. Nós vamos vender tudo o que não é estratégico, seja de uma maneira integral, seja parcial”, ressaltou Guimarães em entrevista à Agência Brasil.

Em relação a venda de ações elas seriam facilitadas, com a retirada da ressalva que havia no balanço do banco. Essas ressalvas são referentes a envolvimento ilegais de dirigentes e ex-administradores em ações ilegais.

Com a deflagração de operações da Polícia Federal e Ministério Público, foi constatado envolvimento de funcionários em propinas para fraudar a liberação de empréstimos para empresas. Segundo Guimarães, esses riscos foram afastados pela auditoria nesse balanço, recuperando a credibilidade do banco.

“É muito importante para quando nós façamos uma abertura de capital em uma das novas subsidiárias, com ressalva, muitos investidores estrangeiros poderiam não aderir”, disse Guimarães.

Lucros

O balanço também divulgou uma alto no lucro líquido do banco no primeiro semestre, de 22,2% em comparação com o mesmo período em 2018. O lucro chegou a R$ 8,1 bilhões, de acordo com o banco. No segundo trimestre, a alta foi de 21,6%, registrando R$ 4,1 bilhões.

Na parte de crédito, a Caixa reduziu o investimento em carteira. Em junho dets ano, o banco tinha saldo de R$ 682,4 bilhões em empréstimos, 1,9% menos do que em junho de 2018. “De acordo com o balanço, a retração foi puxada por uma diminuição de 7,9% no crédito comercial para pessoa física e 30,7% no concedido para empresas. Por outro lado, houve aumento de 3,6% no crédito habitacional e 1,2% para infraestrutura”, informou a EBC.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.