Como se programar para fazer investimentos mensais?

Fundos de Investimentos
(Foto: Divulgação)

Muitas das coisas que fazemos na vida são bastante complicadas no início, mas após um tempo se tornam parte da nossa rotina. Investir não é diferente. Para Francis Wagner, CEO e fundador do App Renda Fixa, plataforma de busca e comparação de investimentos, a principal dificuldade para quem está começando é poupar uma parte do salário, isso porque temos sempre a sensação de que o dinheiro acaba antes do mês.

Saiba mais

Empreender é uma questão de acreditar em oportunidades

“Fazer um planejamento é sempre o primeiro passo antes de começar a investir. É normal que os gastos simples do dia a dia – ainda que sem perceber – podem gerar impactos grandes no orçamento final. No entanto, fazer o seu planejamento não é nada complicado”, explica o CEO.

Existem diversas formas de se organizar: por meio de planilhas, aplicativos ou mesmo o famoso papel e caneta. O importante é descobrir o que mais funciona para você. Lembre-se de separar os gastos entre fixos, aqueles que são essenciais para sua sobrevivência; variáveis, gastos com lazer, esportes; se possível, tente mensurar um valor que é possível separar para investir, pensando no futuro.

Outro ponto é tentar reduzir alguns gastos fixos fazendo escolhas mais baratas que também sejam vantajosas, como planos de celular e tv a cabo. Após ter feito o seu planejamento, pense nos seus objetivos, nas coisas que pretende conquistar. Defina suas metas e desenhe estratégias do quanto terá que poupar para chegar lá.

“Imagine se, ao invés de juntar o dinheiro, a pessoa opte por colocar em uma aplicação financeira para que renda juros todos os dias, um pouquinho cada vez? Investindo mensalmente essa quantia, o valor acumulado no final seria maior. Manter a constância nos seus investimentos é mais importante do que aplicar altas quantias. Disciplina e planejamento irão fazer toda a diferença. Precisamos lembrar que na hora de escolher o investimento certo é importante ter atenção a algumas coisas como o seu grau de tolerância ao risco, o valor mínimo da aplicação e o prazo”, completa o fundador.

Produtos de renda fixa como CDB, RDB, LCI, LCA possuem algumas características próprias: as condições de rentabilidade e investimentos e os prazos são conhecidos logo no início, ou seja, é possível saber como o seu investimento irá render e também sua data de vencimento. Alguns deles possuem liquidez diária e é possível resgatar o total ou uma parcela do que foi investido.

“Também é possível fazer aportes programados. Todo mês, uma instituição financeira se encarrega de fazer a transferência para uma determinada aplicação. O dia, quantia e também qual o tipo de aplicação será definido por você. Outra vantagem é que esse serviço costuma ser gratuito em algumas instituições. Porém, para esse serviço é preciso ter dinheiro na conta todos os meses, tornando o planejamento essencial”, conta Francis.

A organização das suas finanças será a peça chave para começar a investir, é importante conhecer todos os ganhos e despesas para saber qual a margem possui para investir. Caso os gastos estejam muito altos e até ultrapassem a renda, faça ajustes para caminhar em direção ao equilíbrio financeiro.

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.