Correios poderão renegociar dívidas de contribuintes com o Serasa

Serasa Limpa Nome

Agora os contribuintes poderão renegociar as dívidas diretamente nas agências dos Correios. A iniciativa é uma parceria dos Correios com o Serasa, que começou nessa segunda-feira (29). As dívidas poderão ser negociadas diretamente nos guichês de atendimento.

Saiba mais

Cadastro para o Auxílio Emergencial já pode ser feito nas agências dos Correios

Caixa terá de pausar ou prorrogar contratos de clientes durante pandemia a pedido da Justiça

Horário de funcionamento das Agências Bancarias na quarentena

Decisão do Governo pagará mais duas parcelas de R$ 300 do Auxílio Emergencial

Itaú financiamento: Qual o número de atendimento do Itaú?

Ministério deve firmar parceria com Correios para cadastro do Auxílio Emergencial

Como funciona o serviço dos Correios

Primeiramente, os interessados em renegociar as dívidas cobradas pelo Serasa devem se deslocar até uma das agências dos Correios portando CPF e um documento com foto (RG, CNH). Ao consultar o balcão de informações, basta pedir para acessar o serviço do Serasa Limpa Nome. A empresa estima que a duração do atendimento deverá ser de 2 a 5 minutos.

O Serasa também realiza o serviço de Limpa Nome pelo seu site. Os descontos podem chegar a 90% do valor do débito. Com este serviço, você pode negociar dívidas das seguintes empresas cadastradas:

  • Santander;
  • Itaú;
  • Recovery;
  • Ativos SA;
  • Net;
  • Claro;
  • Embatel;
  • Anhanguera;
  • Credsystem;
  • Ipanema;
  • Unopar;
  • Sky;
  • Nextel;
  • Banco BMG;
  • Digio;
  • Hoepers;
  • Porto Seguro;
  • Tricard;
  • Oi;
  • Zema;
  • Unic;
  • Fama;
  • Pitágoras;
  • Uniderp;
  • Unime.

“Estar em mais de 7 mil endereços espalhados pelo país é estar mais próximo da população. Sabemos que nem todos os consumidores possuem internet e essa parceria irá ajudar a suprir essa necessidade. O Serasa Limpa Nome é a maior plataforma de renegociação de dívidas do Brasil e sem dúvida fica ainda mais forte com essa nova opção de atendimento”, disse Pedro Dias Lopes, Diretor da Serasa.