Custo de oportunidade – O que é taxa de custo de oportunidade?

Custo de oportunidade

A tomada de decisão para quem quer começar a investir é algo essencial e rotineiro, mas até para tomar uma decisão é preciso fazê-la inteligentemente e há maneiras de mensurá-la. O custo de oportunidade é uma delas e neste artigo você vai aprender tudo sobre o custo de oportunidade, como calculá-lo, seus conceitos, seus tipos e função etc.

Veja também:

Mercado de Capitais

Como funciona a letra de câmbio?

Curso Trader Academy Brasil 

O que é custo de oportunidade?

O custo de oportunidade é relativo a uma escolha ou tomada de decisão que você deve analisar ao optar por um investimento. O custo de oportunidade diz respeito principalmente aquilo que você vai renunciar/abrir mão ao decidir por aquele determinado tipo de investimento. Por exemplo, ao adquirir um investimento de alto risco como uma ação, você estará abrindo mão de um dinheiro que em condições comuns já é seu e que você não tem risco de perder se optar por não fazer nada com ele. O seu custo de oportunidade neste caso é abrir mão de uma renda para fixa e estável no longo prazo para trocá-la por uma renda de curto prazo mas de alta rentabilidade.

Função do Custo de Oportunidade

Não existe uma função padrão ou fórmula para se analisar o custo de oportunidade. Você precisa analisar o tipo de investimento que você optou para assim ter um parâmetro do custo de oportunidade. Como a tomada de decisão envolve diversos fatores como sua expectativa de renda, a renda disponível que você tem para investir e até a situação econômica em que o país se encontra essa análise é individual e depende da sua avaliação. 

Onde se aplica o custo de oportunidade?

Como dissemos, o custo de oportunidade é um conceito muito mais amplo do que uma simples fórmula matemática. Toda vez que você opta por um investimento, ou até faz comparações entre vários tipos de investimentos e você efetivamente toma uma decisão, há o custo de oportunidade.

Porque o custo de oportunidade é importante?

O custo de oportunidade é super importante para que você tome uma decisão consciente sobre o que fazer com o seu dinheiro e o que e quanto você está disposto a se arriscar para gerar mais rentabilidade em um investimento. Os investidores têm diversos perfis desde os mais conservadores aos mais arriscados e por isso o custo de oportunidade varia muito e é individualizado.

O que é custo de oportunidade crescente?

O custo de oportunidade crescente é um conceito da microeconomia que depende de diversas variáveis, mas em um modelo econômico simples, podemos descrever como uma escolha que você faz em que você está disposto a abrir do que você já tem em busca de outros tipos de rendimento em que a probabilidade de aumentá-los é recorrente, ele estando em condições comuns. Como é o caso de investimentos de renda fixa ou até compras em ações de indústrias de base. Por exemplo, se você investir em ações de uma indústria de energia, você terá que abrir mão de um dinheiro que você possui atualmente mas que se valorizará com o tempo já que as indústrias de energia terão pouca chance de quebrar ou desvalorizar no mercado. Você está abrindo mão de um valor agora (e você pode continuamente continuar investindo nisso) para que ele te dê um retorno financeiro maior ao longo do tempo e de forma progressiva (custo de oportunidade crescente).

Tipos de Custo de Oportunidade

  • Custo de oportunidade escondido: custo de oportunidade camuflado em que o investidor não tem como estimar/mensurar ou não sabe exatamente o que pode perder ao tomar uma decisão;
  • Custo de oportunidade aberto: o valor do custo de oportunidade não está incluso em uma operação como por exemplo um valor de transação escondido como é o caso das taxas de administração em diversos tipos de investimentos;
  • Custo de oportunidade ambiental: como o próprio nome diz, esse custo de oportunidade se baseia em um máximo de valor que pode ser conseguido utilizando algum recurso natural (esse tipo de custo de oportunidade influencia mais no ambiente e em fatores como oferta e demanda de um segmento);
  • Custo de oportunidade contábil: esse custo de oportunidade talvez seja o mais direto e fácil de calcular, pois envolve números de quanto um lucro foi sacrificado para determinado investimento se comparado a outros tipos de investimento que poderiam ter sido feitos.

Como Calcular Custo de Oportunidade

Não há uma maneira padrão de calcular o custo de oportunidade, sendo suas variáveis totalmente dependentes do investidor e do cenário que ele se enquadra e espera. Por exemplo, em um investimento de renda variável como uma ação você pode visualizar gráficos da valorização e desvalorização dela para estimar quanto você pode perder no pior cenário possível e ver se está disposto a correr esse risco. Outro exemplo é no caso dos investimentos fixos em que você pode comparar as taxas de juros e prazos de ambos e o quanto você pode deixar o dinheiro “preso” nesse tipo de investimento.

O que é taxa de custo de oportunidade?

As taxas do custo de oportunidade, assim como o próprio custo em si, variam de acordo com o tipo de investimento escolhido pelo investidor. Ele pode se basear na inflação, nas taxas selic, na taxa do próprio investimento, taxas de administração e por aí vai. 

Qual a diferença entre custos contábeis e custos de oportunidade?

Os custos contábeis são números em que você pode mensurar matematicamente através de operações de soma/subtração, comparativos entre anos etc. Os custos de oportunidade são um conceito muito mais amplo que diz respeito ao que você arrisca ao optar por tomar aquela decisão.

Custo de oportunidade exemplo

Um dos exemplos do custo de oportunidade pode ser em um investimento de renda variável como uma ação você pode visualizar gráficos da valorização e desvalorização dela para estimar quanto você pode perder no pior cenário possível e ver se está disposto a correr esse risco. Outro exemplo é no caso dos investimentos fixos em que você pode comparar as taxas de juros e prazos de ambos e o quanto você pode deixar o dinheiro sem utilização, apenas nesse tipo de investimento sem movimentá-lo.

Veja também:

É hora de investir em IVVB11? Análise

É hora de investir em FIIS? Análises no Fuds

É hora de investir nas ações TAEE11? Confira

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.