Dicas para arrematar imóvel em leilão online

Imóvel Leilão

A crise causada pelo coronavírus impactou diversos setores da economia, incluindo o imobiliário. Segundo pesquisa da Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil (ADIT Brasil), 45% das pessoas que tinham interesse em adquirir imóvel desistiram. Apesar disso, a crise gerou oportunidades no setor, uma delas é a venda em leilão online. A Mega Leilões, empresa especializada em leilões judiciais e extrajudiciais, apresentou crescimento de 40% nas arrematações de imóveis online no período de pandemia.

Saiba mais

Caixa anuncia mudanças para concessão de crédito com garantia de imóvel

Passo a passo para declarar um imóvel no Imposto de Renda

Simulação de crédito imobiliário os melhores bancos em 2020

SuperSim empréstimo para negativados como funciona? Descubra aqui

“Diante do cenário de pandemia os leilões online foram intensificados e além do pregão tradicional, novas modalidades surgiram, como o leilão via streaming, por exemplo. Isso é uma prova de que o mercado está mudando e que a crise contribuiu para esse avanço no mercado imobiliário. Hoje é possível comprar imóvel sem sair de casa, mas é preciso muitos cuidados quando for arrematar”, alerta Fernando Cerello, leiloeiro oficial da Mega Leilões.

O leilão é conhecido por trazer diversas oportunidades de comprar imóveis e bens de diversos tipos com preços mais acessíveis. Com isso, surgiu um número alto de pessoas más intencionadas que começaram a aplicar golpes em quem desejava participar. De acordo com o Sindicato dos Leiloeiros do Estado de São Paulo, estima-se que desde março foram apuradas 400 páginas fraudulentas.

Aproveitando o momento e pensando em orientar novos compradores, Fernando Cerello, leiloeiro oficial da empresa, listou algumas dicas para arrematar imóvel em leilão online com segurança.

Busque empresas conhecidas

É importante lembrar que existem muitas empresas no Brasil autorizadas a realizar o leilão de imóveis online, mas há também outras que não possuem a homologação do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) para realizarem as operações de vendas e, por isso, podem ser consideradas fraudulentas. É indispensável consultar redes sociais e até mesmo ligar para a central de atendimento das leiloeiras para esclarecer dúvidas. Assim como em sites de compras online, a plataforma de leilão deve ser transparente e confiável.

Atente-se ao domínio do site

Para dificultar que as pessoas por trás do golpe sejam descobertas, os servidores usados geralmente são internacionais. Então, atente-se ao domínio “.com” ou “.com.br”. O ideal é que tenha o final “br”, pois confirma a identidade brasileira, e é o mais utilizado no país. Também vale dar uma olhada nos sites e portais de reclamação de consumidores, onde você pode encontrar registros de queixas contra sites desconhecidos. Em caso de dúvidas, procure o site Leilões Brasil. Lá consta uma agenda de todos os leilões online vigentes e regulamentados. 

Consulte a veracidade do leilão junto ao banco

Verificar se o leilão online realmente está sendo realizado também é uma forma de evitar cair em golpes. Antes de dar o lance no site da leiloeira, o comprador pode entrar em contato com o banco ou instituição. Isso possibilita a consulta de imóveis, motivos de o item ir a leilão, preços, e se, de fato, a leiloeira consultada é uma das parceiras autorizadas a realizar o leilão daquele bem. Essa é mais uma medida segura a ser tomada antes de comprar imóvel online. 

Veja as características do imóvel desejado antes de realizar a compra

Ao comprar imóvel em leilão o comprador deve se atentar a alguns fatores, como localização e características. Hoje, com o avanço de ferramentas tecnológicas utilizadas no mercado imobiliário, já é possível conferir tudo isso de forma online. É importante também pesquisar sobre a região, se possui segurança, boa vizinhança, se é valorizada e se conta com estrutura que atenda aos objetivos do morador. 

Peça o auxílio de um profissional 

Em algumas etapas da compra de imóvel em leilão online é importante ter um advogado por perto para auxiliar o comprador. Apesar das leiloeiras já disponibilizarem ajuda quanto à documentação e efetivação da compra, o profissional contratado poderá dar suporte a questões como pendências, verificação de dívidas e imissão na posse, no caso de o imóvel estar ocupado.

Encontre boas oportunidades de preço e flexibilidade no pagamento

É preciso ficar atento às boas oportunidades de preços dos imóveis em leilão. Uma casa ou apartamento pode custar até 40% abaixo do valor de avaliação, mas como possui pendências, o investimento acaba sendo mais alto. Antes de efetuar o lance o comprador precisa se certificar se o imóvel possui dívidas em atraso e qual o valor de todas elas, incluindo impostos, parcelas de financiamento em aberto e outras taxas. A facilidade de pagamento também ajuda na arrematação, pois alguns bancos dão descontos no pagamento à vista e conseguem financiar até 80% do valor total do imóvel. 

Além das dicas acima, o leiloeiro da Mega Leilões separou outras para que a compra em leilão seja efetuada com segurança:

  • Leia o edital do leilão – Antes de fazer a negociação com a leiloeira leia o edital, lá contém informações sobre o imóvel e formas de pagamento. Assim, quando for efetuar a arrematação, o comprador já fica ciente de sua situação e o que precisará fazer para concluir a transação; 
  • Entre em contato com as leiloeiras – Os canais de atendimento das leiloeiras são destinados a esclarecer dúvidas antes de efetuar a compra. Dessa forma, transtornos são evitados durante o processo de leilão porque o comprador foi orientado por algum profissional da leiloeira sobre o imóvel ou leilão. 

Vale lembrar que os interessados em participar dos leilões devem ser maiores de 18 anos e fornecer ao leiloeiro cópia de seus documentos de identificação. Na página da Mega Leilões é possível acessar o edital do pregão, bem como consultar as condições de venda e pagamento.