Economia cresce 0,4% e Brasil escapa de recessão no 2º trimestre

Economia teve crescimento abaixo de 1% no segundo trimestre do ano
(Foto: Pixabay)

A economia do Brasil, medida pelo PIB (Produto Interno Bruto), cresceu 0,4% no segundo trimestre, em comparação com os primeiros três meses do anos, de acordo com dados do IBGE. O país evitou uma recessão técnica, já que no primeiro trimestre o PIB encolheu 0,1%.

Saiba mais

Governo libera Saque Certo para retiradas do PIS/Pasep e FGTS

Saiba o valor da primeira parcela do 13º salário do INSS

Em comparação com 2018, o PIB subiu 1% no décimo resultado positivo seguido nesse tipo de comparação. Totalizando, o PIB alcançou R$ 1,78 trilhão.

Dentre os mercados, o que mais ajudou esse impulsionamento foi a indústria, com 0,7%, e depois o setor de serviços, com 0,3%. A agropecuária caiu 0,4%. O crescimento foi influenciado pelas indústrias de transformação, com 2%, e da construção, com 1,9%. As indústrias extrativas registraram recuo de 3,8% no período.

“Juntas, as indústrias de transformação e construção respondem por cerca de 70% do setor. Além disso, a indústria de transformação tem peso no segmento de bens de capital, que contribuem para os investimentos internos e externos”, explicou Claudia Dionisio, gerente de Contas Nacionais do IBGE, em reportagem do portal UOL.

Economia pouco cresce

Mesmo com uma leve alta no PIB, a economia continua a passos lentos, e deve crescer apenas 0,8%. O valor é bem menor quando o presidente Jair Bolsonaro assumiu o governo, no começo do ano. Naquele período, o crescimento foi de 2,5%.

Com o avanço da agenda de reformas e a queda da taxa básica de juros (Selic), a economia não deve influenciar muito no avanço do país no médio prazo.

FGTS e PIS

O que pode alavancar a economia é a movimentação do FGTS e PIS, que deve começar a ser liberado entre esses últimos dias de agosto e odo mesmo de setembro. O governo anunciou um saque de R$ 500 das contas do FGTS. As empresas privadas também liberarão um saque determinado das contas do PIS, de acordo com cada contribuinte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.