FGTS poderá ser usado como garantia em empréstimos

Entretanto, fique atento de como você irá investir este dinheiro

Para quem aderir ao saque-aniversário das contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderá, a partir do ano que vem, usar os recursos recebidos anualmente como garantia em empréstimos. Lembrando que essa modalidade não tem relação com os saques de R$ 500 do FGTS que serão liberados este ano.

Saque do FGTS começa em setembro; confira calendário

Caixa e Banco do Brasil liberam saque do PIS a partir de 19 de agosto

De acordo com levantamento do governo federal, é estimado que R$ 150 bilhões em financiamentos sejam concedidos nessa modalidade nos próximos dois anos.

Este tipo de modalidade vale a pena?

Temos que ter em mente que quem optar pelo empréstimo vai pagar juros para ter acesso a um dinheiro que já é seu, mas que não tem liquidez imediata, ou seja, não pode ser sacado a qualquer momento. Nessa modalidade de crédito, o banco irá usar os recursos do saque-aniversário como garantia. Ele empresta o dinheiro ao trabalhador e recebe de volta sempre que for feito o saque anual.

Atualmente, o trabalhador só pode sacar os recursos do FGTS em situações específicas como aposentadoria, demissão sem justa causa ou a compra de um imóvel.

Quitar dívidas mais caras

Os financiamento vinculados ao FGTS, nas estimativas financeiras, terão juros mais baixos que outras linhas de crédito existentes, já que a instituição financeira terá como garantia um dinheiro administrado pelo governo, com baixíssimo risco de calote.

Por isso, usar esses recursos é válido no empréstimo para quitar dívidas mais caras, como cheque especial, o cartão e o empréstimo pessoal.

Evite usá-lo na compra de bens

Se for para usar o empréstimo para antecipar consumo, ou seja, comprar algo ou fazer viagem, o alerta é que você estará comprometendo um dinheiro que tem característica de ser de emergência. O FGTS é destinado à aposentadoria do trabalhador e pode ser sacado em caso de doença grave, por exemplo.

Investir em outros produtos

Neste caso, investir este dinheiro em novos investimentos ou em abrir um negócio pode ter dar pouco retorno esperado. Em outras palavras, você vai gastar mais com o juro de crédito do que com o juro de investimento.

Atenção a escolha

Para usar esses recursos como garantia de empréstimos, é necessário optar pelo saque-aniversário, que vai permitir o recebimento de parte do saldo do fundo a cada ano. Com isso, ele não vai poder sacar a totalidade do dinheiro caso seja demitido por justa causa.

Há a opção também de você retornar ao saque-rescisão, a forma mais utilizada e atual do FGTS, mas você precisa aguardar dois anos após escolher a opção pelo saque-aniversário. Caso o trabalhador seja demitido no período em que receber os saques anuais, o dinheiro é enviado para uma conta inativa e só poderá ser resgatado pelo trabalhador em casos de doenças graves, compra de imóvel ou aposentadoria.

Portanto, preste atenção também no rendimento. Hoje, com a taxa Selic em 6%, a menor da história, e a inflação controlada, o cenário pode colocar os rendimentos do FGTS acima da poupança. Por isso, fique atento ao movimento do mercado financeiro brasileiro.

Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.