Fintech desenvolve robô que analisa operação de crédito

(Foto: Reprodução/Google)

Apelidada de “Rapaz”, máquina aprende continuamente 
usando algoritmos para diminuir o tempo entre a solicitação 
do dinheiro e a liberação para as empresas

Uma gama cada vez maior de empresas está abandonando o tradicional sistema bancário e buscando, no crescente mercado de fintechs, diferenciais que vão do atendimento mais personalizado à celeridade nos processos, além das sempre bem-vindas taxas menores, combinadas a prazos de pagamento mais dilatados.

Dólar recua para R$ 3,99 sob tensão entre EUA e China

Neon vai lançar empréstimo pessoal para clientes até o fim do ano

Segundo a 8ª edição do “Radar Fintechlab”, o Brasil já tem 600 dessas startups, que aliam tecnologia a serviços financeiros. Caíram no gosto do cliente porque permitem realizar serviços, em qualquer hora e lugar e por meio de um aplicativo para smartphone, sem a necessidade de presença em agências físicas.

Especializada em operações com antecipação de recebíveis, a Size é um dos players que estão aproveitando os bons ventos deste setor – investiu no desenvolvimento de um robô analítico, apelidado de “Rapaz”, que utiliza inteligência artificial e algoritmos para cruzar milhões de dados.

Baseada no conceito de “machine learning” (máquina que aprende), a solução é tão célere que leva apenas dois minutos para dar um parecer sobre a solicitação de crédito, rapidez que pode ser a diferença para uma empresa evitar o recolhimento de uma pesada multa tributária ou mesmo o atraso no pagamento de fornecedores ou funcionários.

“Na atual velocidade do mercado, quem antes conseguia aguardar um ou dois dias para ter uma resposta sobre um pedido de crédito, hoje não pode mais esperar sequer algumas horas”, compara o CEO da Size, Leandro Zen, reiterando que, com o crédito pré-aprovado, o cliente pode ter o dinheiro na conta em até 15 minutos.

As decisões manifestadas pelo robô levam em consideração um leque de interpretações incluindo eventos de liquidez, inadimplências e histórico das operações de sucesso dos últimos sete anos na empresa, que até hoje contabiliza o atendimento de mais de 10 mil clientes e cerca de R$ 10 bilhões em pedidos de crédito analisados.

“A tecnologia também incorpora continuamente novas deliberações da equipe de análise, além de cruzar todos os dados já analisados e arquivados em nossa base de dados”, complementa Zen.

Responsável por chefiar os processos de pesquisa e desenvolvimento da Size, o CTO João Brambilla explica que o “Rapaz” analisa cada solicitação de crédito sob todos os pontos de vistas, fazendo, ao mesmo tempo, o trabalho de dez analistas humanos ou mais, liberando os colaboradores para atividades mais criativas e de relacionamento com os clientes.

“A tecnologia proporciona ainda a vantagem de ser mais assertiva e veloz, gerando considerável economia para ambos os lados da operação, porque enquanto diminuímos as chances de inadimplência, o cliente acaba expandido seu score de crédito para futuras operações”, complementa o executivo.

Com informações da Reperkut Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.