Itaú apresenta lucro 10% acima das expectativas no trimestre, segundo XP

Itaú XP

O Itaú Unibanco apresentou lucro 10% acima do esperado nas expectativas da XP Investimentos, em relatório divulgado nessa quarta-feira (4). A expectativa era de que o lucro do terceiro trimestre de 2020 fosse de R$ 5 bilhões, implicando um ROE de 16%.

Saiba mais

Segundo a XP, os resultados foram impulsionados pelos resultados não operacionais, já que os resultados operacionais foram apenas 4% acima daas estimativas, além da maior atividade econômica refletida nas receitas de serviços e as despesas não decorrentes de juro abaixo do esperado.

“No entanto, o banco também revelou que a administração está analisando a possibilidade de alienar a XP do Itaú, com os acionistas do Itaú recebendo ações da XP por meio de uma nova empresa a ser listada em bolsa”, informou a XP em seu relatório.

Destaques do relatório

Ativos Rentáveis. A carteira de crédito cresceu 22% A/A e 5% T/T para R$ 776 bilhões, impulsionado por empréstimos à PMEs, que cresceram 38% A/A e 15% T/T, parcialmente devido aos programas de apoio do governo. Outros Ativos Rentáveis ​​também cresceram, com o saldo saltando 39% A/A e 7% T/T, para R$ 622 bilhões, à medida que o banco continua a se beneficiar do movimento de fuga para a segurança.

Margem Financeira (NII) e Spread. A Margem financeira (NII) veio exatamente como esperado, em R$ 17 bilhões, o que implica uma queda prevista da Margem Financeira Sobre os Ativos Rematáveis (NIM) de 63 bps no trimestre, uma vez que um mix pior gera atraso na receita de juros do rotativo, pressionando a linha.

Receitas não decorrentes de juros. Tanto as receitas de serviços (+2% A/A e 13% T/T para R$ 9,5 bilhões) quanto seguros (+3% A/A e 8% T/T para R$ 1,6 bilhões) superaram nossas estimativas, com a receita não decorrente de juros juros vindo 4% acima das expectativas em R$ 11,1 bilhões. O resultado foi impulsionado principalmente pelo aumento da atividade econômica, que trouxe uma retomada dos volumes.

Despesas. Os custos do Itaú cresceram 2% abaixo de nossas expectativas para R$ 12,7 bilhões, ao passo que o banco conseguiu manter suas despesas de pessoal sob controle, mesmo o banco tendo aumentado o salário dos colaboradores em 1,5% e distribuído R$ 2 mil para cada um de seus ~80 mil funcionários, o que é positivamente surpreendente. Além disso, o 3T20 ainda foi um trimestre em que o banco decidiu não demitir funcionários.

Qualidade dos ativos. As provisões vieram 7% acima de nossas estimativas, embora compensadas por uma recuperação de crédito acima do esperado, que cresceu 23% A/A e 33% T/T em R$ 981 milhões. No geral, o custo do crédito veio em linha com o esperado aos R$ 6,3 bilhões, implicando em um custo de risco de 3,3%. Como o índice de inadimplência continua artificialmente baixo e até mesmo reduzindo 42 bps no trimestre para 1,9%, o índice de cobertura do banco está agora em 339%.