Itaú lança crédito imobiliário com correção pela poupança

Empréstimo para MEI Banco Itaú

O Itaú Unibanco divulgou nesta sexta-feira (11) uma nova linha de crédito imobiliário com correção pela caderneta de poupança. A iniciativa serve para conquistar novos clientes com operações a longo prazo, após a taxa de juros (Selic) cair para a menor margem histórica, também em consequência da pandemia do coronavírus.

Saiba mais

Copom reduz taxa Selic para 2,25% ao ano, informa BC

Quais são os títulos do Tesouro Direto? Confira

Cartão de Crédito Super Muffato Como Funciona?

Creditas abre vagas de emprego para todo o Brasil

Poupança‌ ‌Social‌ ‌Digital‌ ‌o‌ ‌que‌ ‌é‌? Como‌ ‌usar?

Crédito imobiliário Itaú

O anúncio desta sexta mostra que o banco começará a ofertar empréstimos para a compra da casa própria com taxa fixa de 3,99% mais o juro remuneratório da poupança, com este índice podendo chegar a 5,39% ao ano, de acordo com material divulgado pelo Itaú a agentes imobiliários.

A venda deste produto terá um teto de taxa de juros, chegando ao máximo de 10,16% ao ano. O cliente não é avisado quando a taxa do contrato subir.

“Na nova linha o cliente economiza e não tem surpresas desagradáveis ao longo do contrato, como acontece no modelo de indexador atrelado ao IPCA praticado pelos concorrentes”, informou o Itaú em documento divulgado pela agência Reuters.

Esta nova modalidade do Itaú permite o uso do FGTS como parte do pagamento, desde que o financiamento siga as regras da Caixa Econômica Federal. O crédito também pode ser composto por mais de uma pessoa. A linha só vale para financiamento de compra de imóveis residenciais. O valor de entrada deve ser de no mínimo 18%¨do valor de avaliação do bem.

No momento, não haverá possibilidade da portabilidade de financiamento feito em outros bancos. O Itaú vai avaliar os pedidos de migração de linhas atuais atreladas a outros índices para este atrelado à poupança.