Nubank é autorizado pelo BC a ser distribuidora de investimentos

Nubank

O Nubank anunciou na última semana que recebeu autorização do Banco Central para trabalhar como uma distribuidora própria de investimentos. Até então, o banco roxo trabalha com empresas terceiras para oferecer a modalidade para os seus clientes, ou mesmo não oferecia tal serviço.

Saiba mais

Zro Bank lança primeiro cartão com cashback retroativo em Bitcoin

Como funciona o seguro automóvel da Banestes Seguros?

C6 Bank lança tag gratuita para veículos em pedágios e estacionamentos

Confira os 5 melhores cartões de crédito sem anuidade de 2020

Fim do auxílio emergencial: saiba os impactos econômicos que serão gerados

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União na última quarta-feira (23). Com isso, a sede da DTVM do Nubank será em São Paulo, com capital social de cerca de R$ 2 milhões.

Em janeiro deste ano, o Nubank anunciou a criação de sua gestora de investimento. Fechou uma parceria com a Anbima, entidade que representa e autorregula o setor, e assim se tornou 100% operacional. A gestora apenas controlava o caixa do próprio grupo.

Assim, a Nu Investimentos possui autorização de funcionamento como administradora de carteiras e valores mobiliários pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) desde julho de 2018. O banco digital também anunciou este ano a compra da corretora Easynvest. O serviço das duas plataformas poderá ser integrado, como informou o Nubank no comunicado oficial de compra.

Nos últimos ano, o Nubank vem se destacando como um dos principais bancos digitais, após o “boom” na criação de fintechs, expandindo seus negócios para países como México e Argentina. O grupo chegou a confrontar os principais bancos do Brasil e conquistou o público jovens pelas vantagens e a não cobrança de anuidade no cartão. Em 2021, o Nubank promete mais investimentos e serviços para seus clientes.