Número de maquininhas de cartão aumenta expressivamente de 2018 a 2019

Maquininhas IFood Ultra e Pocket

As Estatísticas de Pagamento de Varejo e de Cartões no Brasil, referentes a 2019 e publicadas nesta terça-feira (1º), mostram 123 milhões de cartões de crédito ativos e 132 milhões de cartões de débito ativos, representando aumento de 18% e 14%, respectivamente, em relação ao ano anterior. Também houve aumento de 31,8% do número de maquininhas de cartão no Brasil de 2018 para 2019.

Saiba mais

RedeMed firma parceria com a Joinkey para controle de vendas com cartão de crédito

Banco Safra lança Safra Rewards, seu programa de recompensas

Sicoob anuncia integração com a plataforma Pix

PIX: BS2 conclui novo teste da capacidade junto ao Banco Central

Nubank se torna primeira fintech a liberar pagamentos via WhatsApp

As transações por internet banking e mobile banking seguem em tendência de alta, com aumento de 4% e de 17%, respectivamente, em relação ao ano anterior, e corresponderam a 76% do total de transações realizadas em 2019. O número de ATMs em operação, por sua vez, reduziu-se em cerca de 3%, encerrando 2019 em 171.284 terminais. Por conta disso, no âmbito do Pix, o novo meio de pagamento criado pelo BC que será lançado ainda este ano, o BC vai possibilitar que as instituições financeiras ofereçam aos seus clientes o Saque Pix.

“O Banco Central do Brasil está desenvolvendo um projeto para possibilitar a realização de saques nos estabelecimentos comerciais, utilizando a infraestrutura do Pix, o novo meio de pagamento que está sendo construído pelo BC. A possibilidade de sacar em estabelecimentos comerciais vai dar mais opções de saque para toda a população, independentemente da instituição na qual os cidadãos possuam conta, além de trazer mais conveniência. Essa funcionalidade deve estar disponível para a população brasileira no primeiro trimestre de 2021”, analisa Ângelo Duarte, chefe do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro.

Na comparação interanual, houve um crescimento de 35% no número de transações com cartão de crédito e de 20% com cartão de débito. O percentual de transações não presenciais com cartões tanto de débito quanto de crédito continua se elevando, representando 1,6% da quantidade de transações com débito e 24,3% das transações com crédito.