PIX: Empresas alertam para golpes de roubo de dados

PIX Golpes

Com o lançamento do sistema de pagamentos do Banco Central, PIX, e o início do cadastro das palavras chaves, empresas alertam para golpes dados por sites falsos que tentam roubar os dados das vítimas.

Saiba mais

PIX: BS2 conclui novo teste da capacidade junto ao Banco Central

Ouvidoria Banco do Brasil – Registrar Reclamações

Como avaliar a sua atuação no seu nicho de mercado

Santander busca pessoas com deficiência para centro de atendimento no RS

Quais são os cinco golpes mais comuns nos processos de pagamento?

Nubank alerta sobre tentativa de golpe nas redes sociais com uso de sua marca

Segundo a empresa ISH Tecnologia, foram detectados domínio falsos com o termo “pix”, onde cibercriminosos tentam usar da novidade para aplicar golpes. A empresa alerta que os links são muitas vezes compartilhados pelas pessoas que os consideram confiáveis, o que pode ser um grande alerta para quem for acessá-los.

“Na maioria das vezes, os golpes acontecem no compartilhamento de algum link, com nosso próprio consentimento, por e-mail ou por WhatsApp”, diz Allan. O WhatsApp está presente em 99% dos smartphones do país. “O brasileiro confia no WhatsApp. O que chega por mensagem, as pessoas tendem a acreditar que é legítimo”, explica o diretor de inovação da ISH Allan Costa.

É necessário que as pessoas tenham atenção na hora de compartilhar qualquer jeito ou termo envolvendo o PIX. Confira, inicialmente, se o site é confiável e faz parte do Bacen ou de alguma instituição financeira. Caso perceba que o site é uma fraude, não repasse o link e saia imediatamente do site.

“A gente tem observado, nos nossos centros de operação de segurança, um aumento de 300% nos incidentes de segurança nos meses de pandemia. Sempre usando palavras de assuntos do momento. Antes, COVID e coronavírus, e agora o pix”, explica Allan.