Pix: Veja o quanto ele pode ajudar pequenos e médios empreendedores e como funciona a sua segurança

Pix

O Banco Central lançou recentemente o mais novo sistema de pagamento instantâneo, o Pix. Sua finalidade é tornar as movimentações bancárias mais fáceis, tais como: transferências, pagamentos e recebimentos que podem ser realizados a qualquer hora e a qualquer dia, sem exceção de feriados ou fins de semana. E o melhor, não tem limite de transação, faça o quanto quiser.

Saiba Mais:

Pode solicitar empréstimo no Banco Central?

Como solicitar o empréstimo no Banco CBSS

Como Fazer Um Empréstimo no BRB? Simule Online!

A ferramenta inovadora começou a funcionar dia 16 de novembro de 2020, e com ela muitas pessoas já têm se beneficiado, assim como as pequenas e médias empresas.

Veja como o Pix pode ajudar pequenas e médias empresas

Vamos listar a seguir algumas funções da ferramenta que podem ser de grande ajuda para pequenos e médios empreendedores, facilitando as transações, gerando assim mais receita.

Recebimento do dinheiro na mesma hora da venda

O pagamento com o Pix, pode ser realizado por meio de transferências instantâneas ou através de QR Code. Com isso o dinheiro cai na hora.

Nos meios de pagamento convencionais, com uso de cartão de débito ou boleto bancário, o dinheiro só cairá na conta do vendedor por volta de 5 dias depois, além disso ainda tem a cobrança de taxas.

Taxas reduzidas ao realizar pagamentos

Oferecendo a economia das taxas de TED ou DOC para pessoa física, faz com que as pessoas tenham mais interesse em fazer uso da ferramenta para pagamentos. Isso deve atrair mais clientes e assim, será gerada mais receita. Por outro lado, as empresas também podem cadastrar chaves Pix, possibilitando a realização de seus pagamentos e recebimentos de forma mais rápida, e com isso ganha mais agilidade no gerenciamento de suas finanças.

Possibilidade de atrair novos clientes

Disponibilizando a forma de pagamento por meio do Pix, os empreendedores certamente atrairão mais clientes. Pois cada vez mais, as pessoas passam a usar seu smartphone para fazer pagamentos ou guardar dinheiro nas modernas contas digitais. Por ter a praticidade de usar só o celular e não carregar cartões ou ter que pagar um boleto, torna seu estabelecimento mais atraente.

Os cliente tem direito de cadastrar até 5 chaves pix

Todos os clientes da nova ferramenta, têm direito de cadastrar até 5 chaves Pix ligadas a uma conta bancária. O cadastro das chaves possibilitam o uso direto do sistema. Além disso, a chave serve como forma de identificação do destinatário, não tem mais a necessidade de informar os dados pessoais ou bancários.

Para poder ter direito de usar o Pix, o usuário deve possuir uma conta corrente, poupança ou conta digital, ainda será preciso que a instituição de sua conta seja cadastrada no sistema.

A opção de realização de cadastro será disponibilizada dentro do aplicativo ou internet banking da instituição. Cadastrando a chave Pix, transações como transferências poderão ser realizadas mais rapidamente. Pois será necessário informar apenas a chave do destinatário, assim que digitar a chave já serão apresentados os dados bancários, basta só conferir os dados e informar o valor que será enviado antes de confirmar a transação.

As chaves podem ser cadastradas de em 4 tipos

  • número de CPF ou CNPJ;
  • endereço de e-mail;
  • número do telefone celular;
  • sequência alfanumérica de 32 dígitos.

A sequência alfanumérica é gerada pelo Banco Central após a solicitação do cliente, assim que solicitada ela é enviada, é composta por 32 dígitos e com ela é possível gerar um QR Code.

O Pix é seguro?

Realizar pagamentos através do Pix é seguro de verdade? O Banco Central garante que todas as transações realizadas através do Pix são seguras. Pois funcionam por trás de camadas de proteção, desenvolvidas especialmente para tornar as movimentações do Pix seguras ao extremo.

Outra pessoa tentou se cadastrar com meus dados, o que eu faço?

Se isso acontecer, você receberá uma mensagem de alerta, informando que seus dados pessoais estão sendo usados em outro lugar. Para solucionar o problema, você deve entrar em contato com o sem banco e comprovar que é dono dos dados em questão. Vale ressaltar, que não pode cadastrar a mesma chave em dois bancos, porém, é possível fazer a portabilidade de suas chaves quando quiser de uma conta para outra.

Veja a seguir, quais são as camadas desenvolvidas pelo banco central para proteger as transações do Pix:

Motores Antifraude

Os motores são capazes de identificar as operações suspeitas, que fogem do perfil do cliente. Sendo assim, toda transação que for realizada de maneira estranha, será rejeitada. Isso quer dizer que, se alguém tentar se passar por você para realizar um pagamento via Pix, certamente será negado.

Marcadores de fraude

Este mecanismo é responsável por identificar fraudes e comunicar para todo o sistema que foi realizada uma fraude pelo usuário.

Criptografia

Esse mecanismo é responsável por criptografar todos os dados que circulam dentro do sistema Pix. Isto é, todos os dados são convertidos para códigos, isso impede que os hackers possam pegar as informações enviadas.

Autenticação

Esta é a maneira mais comum, porém, eficiente para evitar fraudes. E pode ser feita usando senhas, tokens ou reconhecimento biométrico.

Tome cuidado ao realizar uma transferência

Veja a seguir, algumas dicas para você evitar problemas com as transações no Pix.

Não faça operações usando redes wifi abertas

Esse tipo de conexão costuma ter menos segurança, e por isso pessoas mal intencionadas, podem ter acesso com facilidade a dados importantes.

Utilize sempre o seu App

Utilize sempre o app do seu banco para realizar as transações, pois certamente oseu banco estará trabalhando sempre para tornar as operações do app mais seguras.

Veja bem onde está cadastrando suas chaves

Procure cadastrar suas chaves apenas em sites ou apps confiáveis, descarte links desconhecidos e suspeitos.