Por que contratar um seguro para viagens curtas?

Viagem

O seguro é essencial em qualquer viagem: seja a trabalho, de férias, em uma rápida visita a familiares ou para uma escapada de feriado. Mas muita gente ainda contrata este item apenas para viagens longas com destinos internacionais como a Europa, onde é obrigatório, ou os Estados Unidos, onde o sistema de saúde é extremamente caro.


Saiba mais

blubank

Trivago é acusado de esconder melhores ofertas de hotéis em seu site

Mercado Pago lança empréstimo fora do Mercado Livre


Segundo a APRIL Brasil Seguro Viagem, multinacional francesa especialista em soluções em seguros e assistências em viagem, as viagens curtas, em especial, costumam ter o seguro negligenciado. No entanto, a empresa ressalta que o produto foi criado para auxiliar os viajantes em diversos tipos de imprevistos que, infelizmente, podem acontecer com qualquer pessoa, lugar ou momento – inclusive em um bate-e-volta de poucos dias.

A cobertura mais importante de um seguro viagem é a de despesas médicas, hospitalares e odontológicas. Ficar doente ou acidentar-se pode acontecer a qualquer momento. Em viagens, por exemplo, as pessoas passam por várias situações que podem comprometer seu sistema imunológico, como grandes diferenças de temperatura, longos voos, alimentação desregrada, dias cansativos e menos horas de sono.

Com isso, ficar doente durante as férias não é apenas possível, mas bastante comum. E isso não precisa resultar nem em prejuízo financeiro nem em uma viagem arruinada. Com o seguro certo, as despesas médicas são devidamente cobertas e o turista ainda pode receber atendimento em seu quarto de hotel, sem precisar se dirigir a um hospital e passar longas horas em uma sala de espera. Assim, além de não estourar o orçamento ou o limite do cartão de crédito, é possível seguir viagem com mais agilidade.

Mas não é só nesses casos que o seguro pode ser acionado. A APRIL Brasil destaca coberturas como: compensação por atraso de mala, em que o segurado recebe o reembolso de despesas com itens essenciais caso a bagagem chegue com um atraso de pelo menos seis horas; cobertura para smartphones ou laptops, que protege os eletrônicos de roubo ou furto qualificado; e até cancelamento de viagem, em que o viajante não sai no prejuízo se for impedido de fazer a viagem por alguns motivos pré-determinados, como a internação de um familiar.

O gasto total com este produto gira em torno de 3% do total investido em uma viagem, o que significa que, além de útil, é acessível. Por isso, a APRIL Brasil defende que o seguro deve ser contratado sempre que alguém planeje passar algum tempo longe de casa, independentemente do motivo ou da duração da viagem.



Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.