Primeira fase do Open Banking é adiada para fevereiro de 2021

Open Banking

O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu nessa segunda-feira (30) o adiamento da primeira fase doOopen Banking, processo de compartilhamento de dados bancários que promete oferecer melhores serviços financeiros para os brasileiros. O lançamento, agora, ocorrerá no dia 1º de fevereiro de 2021.

Saiba mais

Banco Bmg lança marketplace com mais de 20 milhões ofertas

Quod é escolhida para fornecer soluções antifraude para o sistema do Pix

Bradesco compra certificados da AES Brasil por cinco anos

Procon multa Latam por falta de informações sobre a Black Friday em 2018

Itaú anuncia serviço de provedor de nuvem e plataforma de investimentos

O adiamento do Open Banking ocorre após um pedido do setor bancário. As instituições alegam ao Banco Central (BC) que o sistema é muito complexo para ser implementado em curto prazo, sendo necessário se concentrar em esforços tecnológicos na oferta de serviços digitais que atendessem os brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus.

“Com os esforços necessários para o combate à pandemia da Covid-19, o BCB e CMN entenderam que foram impactados os processos de trabalho nas instituições participantes do Open Banking, e que também foi levada em consideração a necessidade de adaptação de sistemas das instituições em razão de outras ações regulatórias, a exemplo do Pix e de registro de recebíveis de cartão”, afirmou o BC.

Outra questão foi a implementação do Pix, novo sistema de pagamentos que promete facilitar a vida dos correntistas no momento de realizar pagamentos e transferências. O novo sistema já foi implementado pelos bancos, mas é opcional para os bancarizados.

Já a segunda fase do Open Banking, que estava prevista para 31 de maio, foi adiada para 15 de julho do ano que vem. A terceira fase foi mantida para 30 de agosto de 2021 e a quarta fase foi transferida de 25 de outubro para dezembro de 2021.

“Mesmo com o ajuste no cronograma, a conclusão do processo de implementação do Open Banking, dividido em 4 fases, ocorrerá em 2021”, destacou o BC.