Rappi: Empresa triplica demanda mesmo com crise do coronavírus

cartao rappi visa internacional

Em meio a crise causada pelo coronavírus, a Rappi, empresa de entregas, vai na contramão desses números. A empresa se destacou no mercado por realizar entregas de diversos produtos, desde compras em supermercados a pedidos em restaurantes.

Saiba mais

Governo anuncia R$ 40 bi para auxílio de pequenas e médias empresas

INSS inaugura site para auxiliar beneficiários no extrato do Imposto de Renda

Governo vai autorizar o corte de salário e jornada em até 100% – Saiba mais

E-commerce brasileiro cresceu 13,5% em 2019, indica Mastercard

Banco do Brasil e Caixa devem liberar mais crédito a empresas por conta do coronavírus

Bradesco afirma que vai financiar o pagamento de 1 milhão de salários – Linha de crédito emergencial

A Rappi divulgou neste mês que teve um aumento de 30% nos pedidos no aplicativo em toda a América Latina. A empresa se tornou uma das opções de mobilidade e pedidos em meio a quarentena no mundo.

Outras empresas além da Rappi foram beneficiadas

Quem também se beneficiou com a crise foi o iFood, que aumentou o número de entregas de comida em toda a América Latina. No entanto, a empresa informou que já esperava o aumento no número de entregas, provocado também pelas promoções previamente planejadas. Junto com a Rappi, são empresas que aumentaram bastante suas demandas nos últimos meses.

Empresas prejudicadas

Um dos setores que mais foi prejudicado nesta quarentena foi o das companhias aéreas. A Gol, por exemplo, precisou reduzir sua capacidade total para aproximadamente 60%. Pelo menos 50% dessas reduções seriam de voos domésticos.

Entretanto, o setor é um dos poucos que deve sofrer com a crise, mesmo com a grande queda de seus papeis na Bolsa de Valores de São Paulo.

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.