Restituição do Imposto de Renda deve chegar mais cedo em 2020

Imposto de Renda IR

Os contribuintes que já entregaram a declaração do Imposto de Renda para Pessoa Física (IRPF 2020) devem receber a restituição do valor mais cedo do que o esperado. O Governo Federal divulgou o calendário da restituição na última semana.

Saiba mais

Adiantamento de R$ 1.045 para quem está na fila do auxílio-doença

Passo a passo para declarar um imóvel no Imposto de Renda

Empréstimo com Antecipação de IR Banco Santander

Cuidados que a população deve tomar se receber os R$ 600,00 do governo

Saiba como declarar o Imposto de Renda e não ter problemas futuros

Caixa anuncia empréstimo de até R$ 21 mil para microempreendedor

Para este ano, a entrega do primeiro lote está marcada para o dia 29 de maio. Ao todo, serão cinco lotes, com o último sendo entregue no dia 30 de setembro.

Calendário restituição Imposto de Renda

  • 1° lote: 29 de maio
  • 2° lote: 30 de junho
  • 3° lote: 31 de julho
  • 4° lote: 31 de agosto
  • 5° lote: 30 de setembro

No entanto, não há um critério para saber quando cada contribuinte deve receber sua restituição. O que se sabe é que receberão o valor de forma prioritária os seguintes perfis:

  • Idosos acima de 80 anos;
  • Pessoas entre 60 e 79 anos;
  • Contribuinte com alguma deficiência física, mental ou doença grave;
  • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para conferir se a restituição foi liberada, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal. Também é possível acessar o extrato pelo serviço e-CAC e alterar possíveis erros no cadastro. Também é possível consultar a restituição pelo telefone 146.

Os valores ficarão disponíveis para saque do contribuinte por até um ano. Quem não fizer a retirada neste período, deverá fazer um requerimento pela internet, mediante o formulário eletrônico (Pedido de Pagamento de Restituição) ou diretamente pelo e-CAC.

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.