Senacon suspende C6 Bank de oferecer empréstimo consignado

C6 Bank

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) informou que o C6 Bank terá que suspender as operações de crédito consignado. O número de reclamações contra a fintech sobre empréstimos indevidos saltou 1.900% entre agosto e novembro de 2020.

Saiba mais

Demissões no Brasil em quatro meses foi o mesmo de quatro anos, segundo Sebrae

53% dos brasileiros pediram empréstimo pessoal em 2020

Banco do Brasil inicia venda de produtos e serviços não financeiros

Como Fazer Um Empréstimo no BRB? Simule Online!

As informações foram publicadas pelo site Valor, que mostra que a Senacon determinou que o C6 Bank suspenda as contratações de empréstimo consignado feitas de forma direta, exceto nos casos em que o interessado dizer a solicitação por escrito.

Nesta modalidade de crédito, as parcelas são descontadas direto na folha de pagamento, no salário ou aposentadoria da pessoa. As queixas contra o C6 Bank envolvem principalmente idosos beneficiários do INSS.

Os correspondentes bancários que representam o C6 Bank nesta modalidade também não poderão oferecer este tipo de empréstimo, seja por escrito ou por meios eletrônicos, como site ou app. Em caso de descumprimento, a multa será de R$ 100 mil por cada operação indevida.

Ainda segundo o Valor, a titular do Senacon, Juliana Domingues, informou que a ação se deve ao aumento de reclamações contra o C6 Bank, que era de 90 casos em agosto e saltou para 1.811 em novembro, sendo assim um “potencial para provocar danos irreparáveis para o mercado de consumo”.

Em outubro, a C6 Consig, empresa criada pelo banco para vender empréstimo consignado, já havia sido notificada pelo Procon-SP por receber diversas reclamações de empréstimos consignados que não foram contratados, além de dificuldades para entrar em contato com o banco. A Senacon também pediu providências ao INSS sobre o credenciamento do C6 Consig.

O site Tecnoblog entrou em contato com o C6 Bank, que informou que “não vai comentar a medida da Senacon”. Atualmente, o banco é avaliado em R$ 11,3 bilhões após receber um novo aporte financeiro. A empresa tem mais de 4 milhões de contas abertas e pretender estrear na bolsa de valores em 2021. Além disso, o banco possui uma parceria com a TIM para oferece bônus aos clientes do pré-pago, controle e pós-pago.