Tribanco adere ao Pix e realiza cadastro de clientes interessados em usar o recurso

Tribanco

Proporcionar novas experiências aos clientes, tornando mais simples, ágil e segura a maneira como eles se relacionam com o dinheiro, é uma das premissas do Tribanco. Para isso, o braço financeiro do Grupo Martins já realizou o pré-cadastramento dos interessados em utilizar o Pix, sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central do Brasil, que começa a funcionar em 16 de novembro e promete revolucionar as operações financeiras no país. A segunda fase de cadastros se inicia agora, em outubro.

Saiba mais

Os melhores bancos que oferecem conta digital e gratuita

PIX: BS2 é o primeiro banco aprovado no teste de performance do Banco Central

Tribanco entra na briga das contas digitais mirando classes C, D e E

BNDES alcança R$ 50 bilhões em créditos garantidos pelo PEAC

Caixa anuncia mudanças para concessão de crédito com garantia de imóvel

Por meio da nova modalidade de pagamento, será possível pagar ou receber valores monetários de maneira instantânea a qualquer horário ou dia da semana, com poucos cliques. Para isso, basta que os clientes escolham a opção Pix disponibilizada no app da Tricard.

Na fase de pré-cadastramento, o banco pretende registrar cerca de 1,2 milhão de clientes usuários dos cartões Tricard e 200 mil empresas como novos usuários do Pix, que poderão fazer o registro nos diversos canais do Tribanco App, Internet banking, central de atendimento e até com os gerentes de relacionamento.

“Segurança e praticidade são duas questões de extrema importância para o Tribanco, e essa nova solução do Banco Central tem total sinergia com a nossa estratégia de proporcionar novas experiências aos clientes. Trata-se de um movimento de modernização do sistema financeiro e a criação de uma ‘sociedade cashless’. É por meio de iniciativas como essa que percebemos que os recursos digitais têm muito a contribuir com a transformação da maneira como as pessoas lidam com suas finanças, e nós do Tribanco somos entusiastas dessas inovações”, afirma Ricardo Batista, CEO do Tribanco.

A segunda fase de cadastramento, iniciada em outubro, prevê um registro mais formal, em que os clientes terão que fornecer novas informações, como e-mail e número de celular. Todos esses dados serão registrados como “Chaves Pix”, que servirão como identificação dos usuários no momento da operação financeira.

O Pix será uma alternativa à TED (Transferência Eletrônica Disponível) ou ao DOC (Documento de Ordem de Crédito). As movimentações financeiras poderão ser feitas por pessoas físicas e jurídicas utilizando as “Chaves Pix” cadastradas, via QR Code ou ainda usando os dados bancários, como já é feito atualmente. Mesmo com a nova forma de pagamento, as opções de TED e DOC continuarão disponíveis no Tribanco.

Para oferecer soluções integradas que contribuam com o desenvolvimento do varejo nacional e a organização de vida financeira de consumidores, o Tribanco busca absorver o Pix em seu negócio por meio da criação de novos produtos e pacotes de serviços. Além de permitir a realização de transferências ou recebimentos de valores por pessoa física ou jurídica, o banco utilizará o Pix para permitir que varejistas recebam pagamentos feitos por QR Code nas maquininhas UNICA. Já os clientes PF também poderão realizar compras via Pix, tendo as mesmas lançadas em suas faturas de cartão de crédito, por exemplo.

“Estamos conectando as nossas diversas frentes de atuação com o Pix de modo que todos possam sair ganhando. Para isso, temos o diferencial de, além de ser um banco completo, integrar o Ecossistema Martins, que possui uma conexão muito forte com o varejo nacional”, explica Batista.