Tribanco reforça projetos que ajudam varejista a economizar com eletricidade

Tribanco

Ajudar o varejista a economizar e desenvolver o seu negócio por meio de soluções criativas é o que diferencia o Tribanco das demais instituições financeiras. Antes mesmo da crise no fornecimento de energia no Amapá, o braço financeiro do Grupo Martins busca dobrar o volume de financiamentos a projetos para implementação de sistemas de energia solar por comerciantes e criar uma usina própria em 2021.

Saiba mais

Inter lança campanha para indicação de clientes com distribuição de brindes

C6 Bank lança conta internacional com saldo em euro para clientes

Projeto prevê saque do FGTS para reforma de imóveis de pessoas com deficiência

Pesquisa mostra que apenas 2% dos internautas sabem o que é Open Banking

Buscas por lojas virtuais aumentam até 50% semanas antes do Natal

Criada em junho de 2018, a linha de financiamento do Tribanco destinada a clientes varejistas que desejam implantar seu próprio sistema de geração de energia solar, acumula um total de R﹩ 200 milhões e conta com uma carteira composta por cerca de 800 clientes em todas as regiões do país, sendo a grande maioria pequenos e médios varejistas do setor alimentício, principalmente supermercados.

“As pessoas estão percebendo as vantagens econômicas dessa fonte renovável de energia, não apenas pela questão ambiental, mas também financeira. Por incrível que pareça, as grandes usinas de energia solar fotovoltaica não são as principais responsáveis pelo uso crescimento da energia solar no Brasil. Predominam, hoje em dia, pequenos sistemas instalados em telhados de comércios ou residências”, afirma Pedro Magazoni, gerente de produtos do Tribanco.

Dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) corroboram essa tese. Sistemas de geração de energia solar instalados em comércios e serviços representam 38,6% do total fornecido para o sistema interligado nacional, seguidos por residências (38%), consumidores rurais (13,3%), indústrias (8,8%) e poder público (1,2%).

Energia Inteligente

Além da linha de financiamento destinada a clientes varejistas que desejam implantar seu próprio sistema de geração de energia solar no telhado ou área de seu estabelecimento, o Tribanco planeja criar sua própria usina em sua sede, localizada em Uberlândia (MG). Com a medida, busca uma redução de 90% dos custos com energia gerados por sua operação.

A instituição também vem reforçando o projeto Energia Inteligente, voltado para clientes que não têm condições de investir em projetos de energia fotovoltaica, seja por questão de espaço ou por priorização de outras iniciativas.

Para isso, o Tribanco implantou, na região Norte de Minas Gerais, uma fazendo solar com capacidade de gerar 1,2 megawatt. A energia produzida nesta fazenda é injetada na rede distribuidora e, por meio desta, abastece os clientes que se filiam ao projeto, que chegam a economizar até 15% em sua conta de luz.

“A grande vantagem deste projeto é que o varejista não precisa investir nada para passar a usar energia solar e ainda reduz o valor de sua conta de luz mensal. Somos o banco que mais entende do varejo e sabemos gerar valor a esse público, trata-se de mais um benefício do Tribanco para o cliente que mantém relacionamento com as nossas empresas”, diz Magazoni.

Segundo o executivo, a fazenda do Tribanco no Norte de Minas atende aproximadamente 40 pequenos varejistas da região. Para 2021, o plano é expandir a capacidade desta usina e criar outras, para passar a atender clientes em seis outros estados.