Vendas de imóveis crescem 68% em outubro, segundo ABRAINC

Vendas Imóveis

O indicador mensal da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC), elaborado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), registrou aumento de 67,9% nas vendas de imóveis novos em outubro, na comparação o mesmo mês em 2019. O salto estabeleceu um novo recorde de vendas mensal desde maio 2014. No trimestre móvel (agosto, setembro e outubro), as vendas registram alta de 42,5% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado de 12 meses, o crescimento das vendas foi de 20,5%, na comparação com igual período imediatamente anterior.

Saiba mais

“Temos visto um consumidor resiliente na hora buscar oportunidades para adquirir a casa própria, principalmente a população de baixa renda em busca do primeiro imóvel. Isso tem puxado o desempenho do setor de incorporação, que tem investido em lançamentos de novos empreendimentos”, afirma o presidente da Abrainc, Luiz Antonio França.De acordo com o indicador Abrainc-Fipe, as incorporadoras associadas à entidade registraram em outubro um aumento de 85,5% no lançamento em novos empreendimentos residenciais, na comparação com o mesmo mês no ano passado. No trimestre móvel, os lançamentos tiveram elevação de 23,5%.

Já no acumulado de 12 meses, a alta foi de 5,6% em relação aos 12 meses imediatamente anteriores. Com isso, os lançamentos voltaram ao nível positivo anterior à pandemia de Covid-19, o que indica que o setor está confiante em relação a 2021.

Os empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), responsáveis por 85,8% dos lançamentos e 76,6% das vendas residenciais nos últimos 12 meses, destacaram-se pela liderança na incorporação.

Em termos de vendas, o segmento de habitação popular encerrou outubro com forte alta de 86,5% em relação ao mesmo mês de 2019, colaborando para uma elevação de 57% no último trimestre móvel (agosto, setembro e outubro), e de 33,4%, nos últimos 12 meses. Já em unidades lançadas, a alta em outubro foi de 121,6%, outros 34,7% no trimestre móvel e 16% no acumulado em 12 meses.

Enquanto as vendas de empreendimentos classificados no segmento de Médio e Alto Padrão (MAP) registraram crescimento de 3,1% e 10% no último trimestre móvel. Esse resultado amenizou a queda verificada nas vendas pelo setor nos últimos 12 meses, que em outubro ficou em 5,6%. Os lançamentos do segmento MAP apresentaram recuo de 26,4% em outubro, 31,6% no último trimestre móvel e de 31,4%, nos últimos 12 meses.

Uber divulga principais resultados de 2020