Você sabia que é possível parcelar no cartão de débito?

Você sabia que é possível parcelar no cartão de débito? (foto: internet)
Você sabia que é possível parcelar no cartão de débito? (foto: internet)
Você sabia que é possível parcelar no cartão de débito? (foto: internet)

Você sabia que é possível parcelar no cartão de débito? Recentemente, alguns bancos surpreenderam os consumidores ao começarem a liberar a realização do parcelamento de compras com esse tipo de cartão.

A função, também chamada de crediário, permite que os usuários façam o parcelamento de compras em até 48 vezes com juros. Esse serviço é ideal para quem deseja fazer uma compra com valor elevado e precisa se certificar de que a prestação cabe no orçamento familiar.

Confira Também: Qual é a melhor opção de máquina de cartão do momento?

Para que você possa entender melhor como o parcelamento no cartão de débito funciona, elaboramos este artigo com as principais informações sobre esse serviço. Continue a leitura.

Crediário no cartão de débito

O serviço de parcelamento no cartão de débito é relativamente novo no mercado. Ele se trata de uma linha de crédito, mas disponibilizada na função de débito que permite o parcelamento das compras em todos os estabelecimentos que possuem uma máquina ou terminal compatível com o uso de crediário.

Esse serviço foi inspirado no conhecido carnê, que ainda é adotado por diversos varejistas que desejam ampliar as opções de pagamento dos seus clientes, sobretudo daqueles que não dispõe de cartão de crédito.

A principal vantagem do uso desse tipo de crediário é que, apesar de ser uma forma de financiamento, a sua taxa de juros é reduzida se comparada com as tarifas cobradas pelos cartões de crédito.

Como usar o parcelamento do cartão de débito

Todos os usuários de cartões de débito ou múltiplo (crédito e débito) podem aproveitar as vantagens que a função de crediário do cartão oferece. No entanto, para que isso aconteça, o consumidor deve ter um limite pré-aprovado pelo banco.

Vale ressaltar que cada instituição adota um nome diferente para esse tipo de serviço. Veja quais são os principais deles:

  • Banco do Brasil – BB Crediário;
  • Bradesco – Crediário Bradesco;
  • Caixa Econômica Federal – Crediário Caixa Fácil;
  • Itaú – Crediário Automático;
  • Santander – Crediário Santander.

Para começar a usar a função crediário, os correntistas devem consultar o banco para saber se eles têm algum limite previamente estipulado para essa função e qual a quantia máxima.

Depois disso, basta procurar um estabelecimento credenciado que disponha de uma máquina compatível com essa função. O ideal é que ao fazer a compra, você informe que deseja realizar o pagamento com a função de “crediário”, pois a maioria dos estabelecimentos só oferece as opções de “crédito ou débito”.

Cuidados ao usar a função de crediário

Antes de recorrer à função de crediário é importante que os usuários do cartão verifiquem as taxas de juros que são cobradas no momento da contratação. Geralmente, quanto maior é o número das parcelas, mais caro fica o financiamento.

Isso pode ser feito no momento da contratação da linha de crédito, onde são exibidas as taxas de juros e o custo efetivo total. Essa prática evita que você tenha surpresas ao fazer o pagamento de um produto/serviço.

De maneira geral, a grande desvantagem do uso dessa função do cartão de débito é que ela não permite o pagamento de compras sem a incidência de juros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cartão Kontaazul

Convite Konta Azul

Sem consulta ao SPC e Serasa, Deixe o seu e-mail.